segunda-feira, 2 de março de 2015

Caçadores de Obras-Primas - Critica - Ficha Técnica


No ficha técnica de hoje, teremos a critica ao filme "Caçadores de Obras-Primas", confira abaixo a sinopse e o trailer do filme, depois é só clicar em 'continuar lendo' e conferir a critica.






Titulo original: The Monuments Mens;

Diretor: George Clooney;

Lançamento: 14 de fevereiro de 2014;

Gênero: Aventura, Histórico;

Duração: 110 minutos;

Nacionalidade: EUA.




Sinopse:

"Baseado nos fatos reais de uma das maiores caças ao tesouro da história, Caçadores de Obras-Primas é um filme de ação que conta a jornada de um pelotão da Segunda Guerra Mundial, liderado por FDR, em direção à Alemanha para resgatar obras-primas de arte das mãos de ladrões nazista e devolvê-las aos seus verdadeiros donos.


Seria uma missão impossível: com as peças presas em território inimigo, e os alemães com ordens de destruir tudo, um grupo de sete diretores de museus, curadores e historiadores de arte, mais familiarizados com Michelangelo que com uma arma, correm contra o tempo para evitar a destruição de 1000 anos de cultura."

Fonte: Portal Guia da Semana.


Trailer:





Critica:


Não posso mentir que fiquei um tanto quanto desapontado pois a partir do pouco que li antes do filme, assim como do trailer que assisti, pensei que esse filme ambientado na segunda guerra mundial fosse trazer cenas de guerra, grandes estrategias e que a equipe dos caçadores fosse um verdadeiro grupo de elite. Estava redondamente enganadoPorém, percebi que o filme dirigido por George Clooney e estrelado por ele e dentre outros atores, Matt Damon, não era um filme de guerra convencional. 

Em meio ao fim da segunda guerra mundial, sete estudiosos da arte liderados por Frank Stokes (George Clooney) e um jovem soldado de origem alemã, invadem uma Europa em guerra em busca de salvar grandes obras de artes das mãos do excêntrico Adolf Hitler, que pretendia construir o maior museu do mundo.  

O filme assimila momentos de bravura dos oficiais do grupo, que geram belas cenas muito bem produzidas e realmente envolventes, com tiradas de humor sarcástico do inusitado grupo de soldados, o que já era esperado devido a presença no elenco de Bill Murray e John Goodman, quebrando, em muitos momentos, a tensão que se cria devido a presença de um cenário de guerra.  

A sinuosidade do grupo autodenominado de Os caçadores de Obras-primas, gera a singularidade dessa obra, demasiadamente morna, baseada em fatos reais, que de fato me fez assisti-la até o fim mesmo sem atingir o que esperava de antemão encontrar. A personalidade dos soltados que apesar da já vasta idade, de alguns deles, e o quase nenhum preparo, é carregada de uma coragem e honradez sem igual.  

Com relação ao elenco, mesmo com a presença de George Clooney e Matt Damon, foi a junção da dupla de antigos inimigos os personagens Richard Campbell (Bill Murray) e Preston Savitz (Bob Baladan), que transitam de sua relação ácida até uma bela demonstração de trégua e a criação de um laço de amizade e a atuação do John Goodman como Walter Garfield que me ganharam. 

Contando com um bom roteiro e uma bela produção artística de cenários e figurinos, provado pela reprodução quase fiel de ambientes que foram fotografados da época, o filme nos faz conhecer um grupo de bravos homens que dão por desconhecidos os riscos de uma guerra e vão em busca de salvar a cultura humana mostrando, portanto, um lado da segunda guerra mundial que muitos desconhecem, ignoram ou nunca nem ao menos pensaram. 

Contudo, devo dizer que esperava mais de filme que conta com um elenco tão bom e uma temática muito interessante. Caçadores de Obras-Primas é um filme de aventura relativamente parado que se assegura na personalidade forte de suas personagens. Para tanto, dou 3 Fichários para essa produção.

Mr.Celedônio

2 comentários:

  1. Imaginava um filme melhor por ter um forte elenco e pela história ser real, mas vale a pena assistir por contar um fato de grande importância porém pouco conhecido. Achei interessante saber que existiram pessoas que arriscaram a vida para salvar várias obra de arte e preservar a memória histórica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Karina, também esperava mais do filme!

      Excluir

Atenção - Serão deletados comentários que não estiverem de acordo com os Termos de Uso do blog.